bbb

Polícia ouve Marcos e Emilly no "BBB17" e "Jornal Nacional" noticia caso

Internautas pedem a expulsão do médico

Publicado em 10/04/2017 às 21:26

Por Fabrício Falcheti


Reprodução

A edição desta segunda-feira (10) do "Jornal Nacional" abordou a briga entre Marcos e Emilly no "BBB17", que virou caso de polícia.

Oficiais estiveram durante a tarde na sede do reality show, que fica dentro dos Estúdios Globo, no Rio, para ouvir os dois.

A informação foi confirmada pela delegada Marcia Noeli Barreto, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá.

Depois disso, Marcos e Emilly foram chamados individualmente no confessionário. Ao sair, a gêmea chegou a chorar, mas não quis contar o que foi falado para ninguém.

O "JN" noticiou a presença da polícia e disse que a produção do "BBB" está aguardando resultados dos exames feitos por Emilly para tomar uma decisão.

Internautas seguem durante todo o dia pedindo a expulsão de Marcos.

O ápice da briga do casal aconteceu na madrugada e manhã do último domingo (2).

Na ocasião, eles deixaram a festa para discutir de maneira pesada. Em um dos momentos, o cirurgião plástico, de 37 anos, encurralou a jovem de 20 anos em um canto na parede e, com dedo em riste, gritou: "Presta atenção. Você só está comigo porque quero que você ganhe?”. Emilly disse que não, e ouviu: “Você tem que ficar comigo independente de quem eu ache que tem que ganhar. Presta atenção”.

Mais tarde, no jardim Marcos agarrou a gêmea com força, que caiu no chão. Além de machucar o braço da sister, o brother também já chegou a belliscá-la. Emilly não denunciou o amado.

TAGS

bbb

bbb17

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

FECHAR