26/06/2016 às 12:55:53

VD entrevista Laura e Jorge: "Lavada de alma, um tapa na cara delas todas"


http://m.natelinha.uol.com.br/vaidesmaiar/imagem/noticiaparceiro/detalhe/26_06_2016_00_40_24.jpg?h=20160626134031 Casal Kamikaze, o casal campeão do Power Couple Brasil

E a pauta de hoje fica por conta do "Casal Kamikaze", apelido que Laura e Jorge receberam por conta de não terem medo de correrem riscos e apostarem alto no Power Couple Brasil, algo que rendeu a eles uma bolada! Confiram a divertida e polêmica entrevista com o casal:

VAI DESMAIAR: Como vocês se conheceram? Quanto tempo estão juntos?

Laura: A gente se conheceu subindo a pedra da Gávea, uma escalada aqui no RJ, na época eu tinha um outro namorado, a gente ficou só amigo. Ele foi super cavalheiro, levei uma bolsa de ombro em uma escalada de 2h30 pra subir e pra descer e ele carregou pra mim o passeio inteiro, foi super fofo, me diverti muito com ele e ficou marcado ele na minha cabeça. Estamos juntos há um ano e meio.

Jorge: Na verdade eu falo pra ela que conheci ela mesmo em Vegas dois anos atrás, mas ela não lembra, também foi uma ocasião onde só fomos apresentados, dois beijinhos e cada um foi pro seu lado.

VD: O que foi mais difícil nesse um mês de confinamento?

Laura: Pra mim foi conviver com as mulheres, elas pegaram muito pesado. O homem consegue lidar com algumas adversidades masculinas, eles podem não conversar, mas não vão ficar implicando, fazendo intriguinha e picuinha um com o outro, a mulher faz, quando se juntam em grupo para excluir uma, elas pisam em cima mesmo e é o que elas faziam comigo, todas. Conviver com a Gretchen e a Simony foi muito difícil.

Jorge: Eu preferiria comer 12 pimentas a ter que conviver mais um mês com a Simony, por mais horrível que foi comer as pimentas, era melhor. Simony é intragável! Sabe o que era pior? Tudo que a gente fazia estava errado. Ninguém gostava da gente na casa, todo mundo tava na cozinha lavando a louça deles, eu não vou ficar lá de braços cruzados esperando as madames e os lordes acabarem de lavar a louça. Então botávamos nosso pratinho do ladinho na pia, eles foram lá e colocaram no chão. Ta bom pra mim, beleza. Mas eles falaram  "vamos deixar aí até criar baratas e não sei o que.."

Laura: Como se nós fossemos porcos. E Simony não lavou uma louça naquela casa.

Jorge: Aí o que aconteceu, esperamos eles saírem da cozinha e fomos lá, pegamos os pratos do chão, lavamos, deixamos a cozinha limpinha. Quando eles chegaram lá que viram a cozinha limpinha, o que eles fizeram? "Ta vendo".

Laura: Mas não era pra limpar caceta?

Jorge: A gente suja reclamam, a gente limpa reclamam. Se eu pulo eles reclamam, se falo alto eles reclamam, se não falo eles reclamam. Tudo era problema.

Laura: Era eu passar pela Simony e ela falar "olha ali, ta de nariz empinado passando" tipo não posso caminha agora?

VD: Vocês pensaram que chegariam longe mesmo com tantas polêmicas com os outros participantes?

Jorge: Em todo depoimento que a gente dava, falávamos o seguinte: A gente não tem o direito de ter uma segunda chance, eles têm esse direito, então se a gente for pra DR a culpa é nossa e vamos sair de cabeça erguida, mas vamos sair apostando.

Laura: Outra coisa que a gente tinha em mente também é que se as provas estavam lá era porque alguém fez, logo era possível de fazer. Então nada é impossível.

VD: O que mudou na relação de vocês depois do confinamento?

Laura: A gente saiu de lá mais apaixonado, nos conhecemos mais ainda, não que mudou alguma coisa, porque desde o momento em que resolvemos ficar juntos, eu e o Jorge fazemos tudo junto, vamos malhar, viagem, mercado, tudo colado mesmo, então o jogo foi só uma extensão da nossa vida.

Jorge: Eu acho que o que mudou um pouquinho também agora, por estarmos levando isso como trabalho, está rolando umas "DRzinhas" entre a gente, um quer fazer o vídeo de um jeito e o outro de repente quer de outro, coisas bobas, mas por não estarmos acostumados a trabalhar um com o outro, com o tempo vamos nos acostumando, nos moldando e está tudo certo.

VD: Vocês participariam de um reality tipo fazenda?

Laura: Com certeza, mas assim, o lance do power couple foi bacana por estarmos juntos, então a gente tinha um suporte, um parceiro garantido lá dentro. Teve momento em que me perguntei o que estava fazendo lá dentro, aturando aquelas pessoas me enchendo a paciência, fazendo o que estavam fazendo comigo.

Jorge: Claro, adoramos a experiência. Só de não ter que ficar procurando minha chave, meu cartão de crédito e minha carteira antes de sair de casa, já está valendo.

VD: Enquanto vocês estavam lá dentro, confinados, ficaram com medo de serem rejeitados pelo público? Porque vocês causaram e eram os menos conhecidos. Vocês ficaram com medo do público comprar o barulho deles?

Laura: Eles tinham certeza que nós íamos ser rejeitados pelo público, diversas vezes eles vinham e nos falavam menos, não esqueçam que quem decide é o público na final. A Gretchen veio querendo ser minha amiga "ah porque tu tem que pensar, tem que fazer seu fã clube lá fora, seja mais boazinha.." Então eles tinham total certeza que nós íamos ser rejeitados aqui fora. Eu não sei que momento assim o certo que a gente falou não tem essa.

Jorge: Vou te falar uma coisa, teve um momento em  que Gretchen brigou comigo falando que ia chamar o fã clube da Sula, da Thammy, fã clube dela. Vou te falar, ela falou com tanta convicção que eu olhei assim pra cara da Laura e pensei, passou dos limites gente? Porque é a mesma coisa que a pessoa falar pra você 2+2 é 5! A pessoa te fala com tanta convicção que você aceita.


VD: Como foi quando o programa começou a ir ao ar e vocês perceberam que eram os favoritos?

Jorge:  O primeiro programa, quando a gente viu, eu recebi uma multa lá em casa depois, porque a gente ficou fazendo festa até 8h da manhã.

Laura: Foi maravilhoso, a primeira prova eu botei tudo nele e ele foi lá e fez a prova. Depois a prova do carro, foi uma paulada de vez assim, foi a prova dele, a minha e a gente ganhou o prêmio. E eles já piraram, já ficaram putos.

Jorge: A primeira prova foi difícil, a segunda que foi fácil ficou todo mundo com medo de apostar e ela foi lá e apostou tudo.

Laura: O Justus não acreditou, quando eu falei que tinha apostado 39 o Justus falou "Tudo?" Eu falei tudo, posso estar louca, mas acho que ele vai conseguir fazer e eu confio nele, muito. Aí o Justus falou "ta bom, 39 mil, ta apostado.

VD: E como está sendo o carinho do público?

Laura: Muito incrível! Cara a gente está com um, é o fandom que eles falam né, a gente está com muito fã, eu não imaginava, muita gente vem, pede pra tirar foto, as pessoas param na rua. Estamos muito felizes com a repercussão.

Jorge: Isso aí é o melhor de tudo.

 VD: O que vocês pretendem fazer com o prêmio?

Laura: A gente vai continuar vivendo como sempre viveu, nada vai mudar. Carro não vamos trocar até porque ganhamos carro lá, a gente já tem nosso apartamento. Estamos pensando ainda. Vamos pagar umas continhas e vamos ver, a gente vai pro Havaí, vai casar, vou trocar a prótese de silicone.

Jorge: De repente a gente vai trocar de apartamento, de repente..


VD: Vocês se arrependeram de alguma coisa?

Laura e Jorge: De ter feito trégua com Simony. Só isso, mais nada

VD:  E vocês levaram alguma amizade do programa, se é que é possível?

Laura e Jorge: Mario e Pietra, Popó e Emilene.

VD:  Não sei se vocês acompanharam  nas redes sociais, mas Simony botou que se sentiu usada pelo programa, que eles editaram de outra forma, que ela ria, brincava e eles só botaram ela séria. O que acharam?

Laura: Ela disse que ganhou um cachê pra fazer aquele papel, bom né? Ela fez tão bem.
Ela entrou sendo uma das favoritas a vencer, pela carreira, pelo que viveu, pela infância e tal, mas ela conseguiu destruir isso em um programa, ao meu ver, quando ela falou "Esse casal insuportável".

Jorge: Só digo uma coisa: O choro é livre, Simony. A rejeição dela só não foi maior porque foi divulgado quem estava na final. Porque se fosse até a final sem saber quem estaria, os fãs dela só ficaram com ela porque sabiam que ela estava na final. Aí ela acabou fazendo uma manobra com a Mara, aliás, quero até mandar um beijo pra Mara e um beijo pra Sônia Abraão também.

Laura: E se prepare Mara, se você entrar no Power Couple ta ferrada com a gente!

Jorge: Não vai ter um Kamikaze que vai torcer por você.


Jorge: Estamos esperando até hoje o almoço da Simony com a Ana Paula BBB16 e fica aqui um convite pra Ana Paula, quando estiver aqui no Rio a gente quer ter um almoço.
Laura: Sei que ela é das minhas, bebe, vamos ficar doidonas juntas.
Jorge: Ana Paula, não vai ser pra ter seu apoio em reality show não, vai ser pra ficar doidão mesmo.
Laura: Eu adoro um champagne, então é nós, no dia que eu fui lá abraçar a Simony, eu vou admitir, eu tava bêbada, bem bebada, Jorge teve que me tirar da sala.

VD: Queremos saber o lance lá da final, que a Gretchen afirmou que você (Jorge) botou o dedo na cara do Carlos, que gritou com ele.

Laura e Jorge: Tudo mentira
Jorge: Contra fatos, não há argumentos,  é muito simples, se não faz sentido a coisa, é porque é mentira. Se eu tivesse apontado o dedo na cara dele e falasse cala a boca, não olha mais pra mim, o que não faria nem sentido, por que eu faria isso? Qual o motivo de fazer isso? Porque perdi a prova e to puto vou apontar o dedo na cara de alguém? Não tem sentido. Mas se eu tivesse feito isso, tenho certeza que a primeira coisa que ela ia falar quando chegasse na casa era isso, ela ia chegar falando que eu fui mal-educado, grosso, mas ela chegou feliz, comemorando.

VD: Ficou um clima chato entre vocês e o Carlos?

Jorge: O que ele queria? Que eu chamasse ele no canto e falasse "vou te contar, mas não conta pra sua mulher não".. Pelo amor de deus, né? É claro que ele iria contar, eu contaria. É minha mulher pô.
Eu fiquei chateado com ele, porque ele era uma pessoa extremamente verdadeira, extremamente parcial e no final fez aquele papelão de confirmar que fiz isso.

Laura: Ele foi na onda da Gretchen, senti um constrangimento dele confirmando isso, ele é um cara bem íntegro e ele sabe que ela está errada.

VD: Vocês acham que aqui fora é possível esquecer tudo que rolou lá dentro e se dar bem com todos?

Laura e Jorge: Com a Simony e com a Gretchen não.
Laura: Nem quero esse tipo de gente perto de mim. Deus me livre Simony com aquele olhar pra cima de mim.



VD: Saiu na mídia que vocês vão ter um quadro no programa da Xuxa. É verdade?

Laura: Nós fomos gravar o programa da Xuxa e ela comentou no ar que gostaria que participássemos de um quadro onde a gente iria desafiar outros casais, não sabemos se vão ser famosos ou anônimos, mas o prêmio vai ser revertido para uma instituição beneficente. A cara da Xuxa né? Foi muito legal, e parece que vai ser um teste, nada garantido, nada muito certo, mas parece que a popularidade dos kamikazes puxou a gente.

VD: Você pretende fazer novela na record?
Laura: Se Deus quiser, quem sabe? Eu não tenho muita cara de religiosa, mas se tiver uma novela de época.. Haha to brincando! A gente escurece cabelo, se molda ao personagem. Mas eu estou gostando muito dessa área do entretenimento, me divirto mais sendo eu mesma, mas todos os trabalhos serão bem-vindos, se a Record me quiser, estou aí.

VD: E você, Jorge?

Jorge: Novela é muito difícil, mas se for um quadro onde posso ser eu, uma coisa alegre, louca, por que não?

Laura: Acho que vai ficar mais forte essa coisa do casal.

Jorge: É porque muitos casais se identificam com a gente, então é legal fazer algo junto também. A gente já está com um projeto do Youtube.

Laura: Vai ser o canal Kamikaze, a gente vai continuar com o reality da nossa vida, a primeira matéria vai ser nosso casamento em Vegas.

Jorge: Não sei se vai ser a primeira, a gente pode começar antes.

VD: Seria legal chamar a Sonia Abrão pra cobrir, ela adora casamentos.

Jorge: Sônia Abrão, vem cobrir nosso casamento! Eu até vi um matéria que perguntaram se ela levaria o Conrado no programa dela e ela falou que de jeito nenhum, ai perguntaram da gente, ela falou que até levaria, mas que eu tinha que ter menos músculos e mais cérebro, alguma coisa assim.. Eu acho que ela tinha que ser mais honesta como jornalista e começar a ser mais imparcial. Se ela tivesse visto o programa e tivesse dado a opinião dela, mas ela nem via o programa, a Simony contava as coisas pra ela. As mesmas coisas que aconteciam lá dentro, ela falava. Uma pessoa como jornalista tem que ser imparcial, ao meu ver. Mas quem sou eu perto da Sônia Abraão para falar alguma coisa? Eu queria que você botasse dois bordões aí na entrevista, o primeiro é "quem tem Xuxa como madrinha, não precisa de Soninha" porque o programa da Xuxa foi super legal pra gente e o segundo é "Quem tem o povo, não precisa de famoso" porque a Simony puxou todos os famosos do Brasil fazendo vídeo pedindo para votar para ela.

Laura: Quem vota é o povo, é o fandom, eles viram madrugadas.

Jorge: Eu fiquei sem dormir com eles, então eu sei muito bem.

VD: Vencer é ótimo, mas derrotar uma pessoa que fez de tudo para vocês perderem tem um gosto diferente? Qual é a sensação de vencer, contrariando as pessoas que falavam que vocês não iriam ganhar de jeito nenhum?

Laura: Vou te falar que pra mim foi uma lavada de alma, um tapa de luva na cara delas todas, de Gretchen, Simony, foi maravilhoso, porque eu fiquei quieta lá dentro, eu falei eu vou pra final, vou ganhar dessa bruxa e a porcentagem foi tão grande.

Jorge: A gente estava com medo porque tava todo mundo falando que ela tinha call center e mesmo que estivesse valendo R$50 reais, eu queria ganhar. Só pra esfregar na cara dela, porque ela acha que só porque ela é uma famosinha, ela pode fazer o que ela quiser com as pessoas, porque a reputação dela em todas as emissoras que a gente foi até hoje, é péssima, maquiador falando dela.. Ela não é bem vista em lugar nenhum. A gente foi no Hoje em dia, era pra ela estar lá com a gente. Se a gente tivesse perdido o programa, com certeza a gente estaria lá, ela não.

Laura: Ela é muito soberba, mimada.

Jorge: A gente acha que a gente é igual a todo mundo, se um fã pede pra seguir, a gente segue de volta, a gente conversa com o fã, a gente não acha que ninguém é melhor que ninguém. Eu não acho que tenho que ter 1 Milhão de seguidores e só seguir 10, eu acho que o cara tem que seguir.

Laura: A gente conseguiu levar alegria para as pessoas, conseguiu deixar o povo feliz, alegre e eles estão conseguindo deixar a gente feliz, é uma troca de felicidade. E está sendo muito bom!

Confiram o ensaio completo que realizamos com o casal:

Fotógrafo: Guga Alves


Comentários

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!