celebridades

Roberta Close volta ao Brasil para missa de sétimo dia de Rogéria

Publicado em 12/09/2017 às 12:59

Por Redação NT


Reprodução

Na noite desta segunda-feira (11), aconteceu a missa de sétimo dia de Rogéria, falecida no último dia 4.

publicidade

Amigos e familiares estiveram presentes na Paróquia Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, Rio, e um nome chamou atenção: Roberta Close, que vive há 20 anos na Suíça e voltou ao Brasil para a cerimônia.

Cissa Guimarães, Jane de Castro, Gottcha, Maitê Proença, Aline Prado, o empresário Alexandro Haddad e o irmão da atriz, Flávio Barroso, também prestaram uma última homenagem.

Rogéria morreu na noite da última segunda (4), pouco após voltar a ser internada no hospital Unimed Barra, com quadro de infecção urinária.

 Rogéria nasceu Astolfo Barroso Pinto em 25 de maio de 1943 em Cantagalo, no interior do Rio. Começou a usar roupas femininas ainda na adolescência e se considerava uma transgênero, mas nunca quis realizar cirurgia para mudança de sexo, se autointitulando a "travesti da família brasileira", um símbolo gay e uma das transformistas mais conhecidas do Brasil.

Começou sua carreira como maquiadora na extinta TV Rio. Também foi jurada em vários programas de auditório, entre eles Chacrinha. Como atriz, fez participações em novelas como "Tieta", "Paraíso Tropical", "Duas Caras", "Lado Lado" e "Babilônia".

Mais recentemente, estava fazendo shows pelo Brasil ao lado de Nany People e também estrelou o documentário "Divinas Divas", sobre as transformistas, dirigido por Leandra Leal.

TAGS

rogéria

roberta close

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

FECHAR