NaTelona

Oscar 2020: Democracia em Vertigem perde para documentário produzido por Obama

Produção brasileira não conseguiu levar o principal prêmio do cinema

Publicado em 09/02/2020 às 23:29


 Oscar 2020: Democracia em Vertigem perde para documentário produzido por Obama
Cena do filme Democracia em Vertigem - Foto: Reprodução/Netflix

Redação NT
i
X

Redação NT

O NaTelinha é um site pioneiro em entretenimento e cultura de televisão no Brasil, sendo referência por sua ética e credibilidade, trazendo sempre a verdade, como deve ser. Twitter: @sitenatelinha / Instagram: @sitenatelinha / facebook.com/sitenatelinha

Publicado em 09/02/2020 às 23:29

Neste domingo (9), Democracia em Vertigem não levou o Oscar 2020 na categoria Melhor Documentário. A Academia deu a estatueta para Indústria Americana, que tem como produtores Michelle Obama e Barack Obama, ex-primeira-dama e ex-presidente dos Estados Unidos, respectivamente.

continua depois da publicidade

Democracia em Vertigem, documentário de Petra Costa e que faz parte do catálogo Netflix, foi a única produção representando o Brasil, mas entrou na disputa sem muitas chances de vencer. Indústria Americana, que também é da grande plataforma de streaming, chegou como favorita e carimbou a vitória.

American Factory – título original do documentário – foi dirigido por Steven Bognar e Julia Reichert e ainda teve produção também de Jeff Reichert e Julie Parker Benello. O enredo gira em torno da recepção da alta tecnologia chinesa na classe média dos Estados Unidos.

O principal concorrente de Indústria Americana, segundo os críticos americanos, era Honeyland, que concorre também em Melhor Filme Estrangeiro. Quem corria por fora era For Sama.

continua depois da publicidade

Democracia em Vertigem

A história do documentário brasileiro é sobre os bastidores do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2016. Na época, a petista deixou o cargo após ser afastada pelo Congresso e deu espaço a Michel Temer, acusado pela oposição de ter aplicado um golpe nos bastidores políticos.

O filme em si vem sofrendo todo tipo de comentários entre o público brasileiro. Desde que foi lançado, o documentário recebe elogios de quem é mais alinhado ao espectro da esquerda política brasileira, enquanto é alvo de duras críticas de membros da direita conservadora.

Até Pedro Bial se posicionou em relação ao trabalho de Petra Costa em Democracia em Vertigem. O apresentador da Globo não gostou da produção e criou polêmica nas redes sociais, mas deixou claro que considera a diretora uma boa cineasta e com outros trabalhos interessantes.

continua depois da publicidade

TAGS

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!


FECHAR