Séries

Wagner Moura volta à série Narcos como diretor

Ator foi Pablo Escobar nas duas primeiras temporadas

Publicado em 17/06/2020 às 09:30


 Wagner Moura volta à série Narcos como diretor
Wagner Moura como Pablo Escobar - Foto: Reprodução/Netflix

Redação NT
i
X

Redação NT

O NaTelinha é um site pioneiro em entretenimento e cultura de televisão no Brasil, sendo referência por sua ética e credibilidade, trazendo sempre a verdade, como deve ser. Twitter: @sitenatelinha / Instagram: @sitenatelinha / facebook.com/sitenatelinha

Publicado em 17/06/2020 às 09:30

Wagner Moura voltou para série Narcos, mas desta vez na função de diretor da produção da Netflix. O brasileiro ficou responsável por alguns episódios do enredo que tem como produtor executivo José Padilha, criador de Tropa de Elite (2007), filme que consagrou Moura no cinema.

continua depois da publicidade

De acordo com informações publicadas nesta quarta-feira (17) pela colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, o ator esteve nos estúdios de Narcos – México antes da pandemia, mas a plataforma de streaming manteve tudo em sigilo durante o período de gravação.

Não é a primeira vez que Wagner trabalhou na produção. Ele foi protagonista da série nas duas primeiras temporadas, quando tudo se passava na Colômbia. O brasileiro teve a responsabilidade de interpretar Pablo Escobar, considerado o maior narcotraficante da história.

Sua interpretação lhe rendeu muitos elogios da crítica especializada dos Estados Unidos, inclusive com uma indicação ao Globo de Ouro em 2016 como Melhor Ator de Série Dramática. Ele retornou ao enredo com o mesmo personagem em 2018, mas apenas em participação especial.

continua depois da publicidade

Atualmente, Narcos conta a trajetória dos traficantes do México, que são apontados como mais violentos e articulados que os criminosos da Colômbia. Cada temporada mostra como o tráfico de drogas cresceu no continente Americano entre as décadas de 1980 e 1990.

Wagner Moura diretor

Wagner Moura ganhou notoriedade no Brasil ao ser o vilão de Paraíso Tropical (2007) e o Capitão Nascimento em Tropa de Elite e Tropa de Elite 2 (2010). Contudo, recentemente, ele embarcou na função de diretor.

Sua estreia no novo cargo ocorreu no ano passado, quando ele dirigiu o filme Marighella. Até o momento, a produção não conseguiu estrear no Brasil, apesar de ter recebido boa avaliação dos especialistas internacionais.

continua depois da publicidade

TAGS

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!


FECHAR